Mercedes-Benz abre o leque de produção de veículos elétricos

A Mercedes-Benz decidiu fazer uma forte aposta nos modelos elétricos e, por isso mesmo, anunciou recentemente que irá expandir a sua capacidade de produção na Europa. Estima-se que as vendas unitárias de modelos elétricos irão representar uma quota entre os 15 e os 25% das vendas totais da Mercedes-Benz até 2025.

Marca smart na Europa

A smart foi pioneira da mobilidade elétrica em 2007 e desde 2012 que produz modelos smart elétricos de série A fábrica de Hammbach, situada em França, irá produzir uma nova geração de modelos elétricos compactos com tecnologia EQ e, para tal, terá um investimento de 500 milhões de euros que serão utilizados na construção novas instalações de fabrico de carroçarias e de tratamento superficial, no fabrico dos modelos com tecnologia moderna e ainda, na expansão das instalações bem como a reformulação das infraestruturas.

Nessa fábrica trabalham mais de 800 colaboradores e atualmente concentram a sua produção no modelo smart fortwo, contudo, a fábrica já contém toda a energia elétrica necessária para operar a partir de fontes de energia renováveis, sendo, portanto, considerada uma fábrica neutra em relação a emissões de CO2.

Decisões estratégicas acerca da mobilidade elétrica

A marca smart a partir de 2020 irá apenas disponibilizar modelos elétricos, sendo a primeira marca de automóveis do mundo a mudar completamente as cadeias cinemáticas fornecidas nos seus modelos, de motores de combustão para motores elétricos. E até 2022, a Mercedes Benz planeia lançar mais de dez veículos ligeiros de passageiros totalmente elétricos em todos os segmentos, desde modelos smart aos SUV, e continuará a promover o desenvolvimento de modelos híbridos plug-in e a implementação de sistemas elétricos de 48 V.

Deixe um comentário