Classe G

Uma lenda viva renovada chamada Classe G

O novo Mercedes-Benz Classe G apresenta-se em excelente forma e foi oficialmente revelado no Salão de Detroit, no passado dia 15 de janeiro.

Seja no asfalto ou em trilhos, e independentemente das condições climatéricas, o veículo de todo-o-terreno impressiona pelo seu desempenho, os seus inovadores sistemas de assistência, estabilidade excecional e segurança. Ao mesmo tempo, a nova suspensão, os modos de condução DYNAMIC SELECT, o “G-Mode” e os três bloqueios de diferencial a 100% reforçam não só o conforto de condução mas também a agilidade do modelo – em qualquer tipo de superfície.

O Classe G, o veículo todo-o-terreno de luxo da Mercedes-Benz, é considerado desde há muito tempo um ícone de design. A sua aparência externa não sofreu mudanças significativas desde 1979. Atualmente como no passado, os icónicos elementos continuam a servir fins extremamente específicos e a proporcionar ao Classe G a sua aparência única.

Todas estas características continuam a ser encontradas no novo Classe G: os distintivos manípulos das portas e o som característico do fecho das mesmas, os robustos frisos de proteção exterior, a roda sobressalente armazenada na porta traseira e as salientes luzes de mudança de direção. São características extraordinárias como estas que, quando combinadas com as linhas angulares, definem o seu visual especial.

O aperfeiçoado design do Classe G segue a filosofia Pureza Sensual e ao mesmo tempo permanece fiel ao carácter do original. Como resultado, as dobradiças das portas posicionadas no lado exterior e o capot montado à superfície, são características que continuam a ser implementadas também na nova geração.

Com a última atualização, o ícone do todo-o-terreno – que foi continuamente aperfeiçoado a nível tecnológico ao longo de décadas mas que a nível visual praticamente não foi alterado – entra numa nova era – a nível tecnológico e dimensional. O novo Classe G é 53 mm mais comprido e 121 mm mais largo e portanto caracteriza-se pela sua presença tanto em estrada como em todo-o-terreno.

Mais do que nunca, o novo Classe G aparenta ser construído numa única peça. Todas as superfícies apresentam um design mais alongado e tenso, enquanto as superfícies evidenciam um nível de qualidade ainda maior. Isto resulta em folgas reduzidas e mais rigorosas entre painéis e em transições mais harmoniosas. Além disso, as cavas das rodas e os para-choques formam uma parte mais integral da carroçaria, marcando agora um elemento único.

Com uma altura ao solo de 270 mm medida no diferencial do eixo dianteiro, o Classe G fornece um grande potencial para a máxima firmeza e prazer de condução fora de estrada. Os valores falam por si:

  • Gradiente máximo de subida de até 100% em superfícies adequadas
  • Altura ao solo entre os eixos aumentada em 6 mm para os 24.1 cm
  • A altura máxima de passagem a vau é agora de 70 cm, mais 10 cm do que o seu antecessor
  • Estabilidade em ângulos de inclinação de 35°, mais 7°
  • Ângulo de saída: 30°, ângulo de aproximação: 31°, mais 1°
  • Ângulo ventral: 26°, mais 1°

Deixe um comentário